O que esperar do novo Google Analytics?

Como tudo em determinado momento precisa se adaptar às modernidades, o Google Analytics precisou atualizar sua tecnologia de coleta de dados para seguir novos padrões.

A internet evoluiu bastante no decorrer dos últimos anos. O que antes era apenas um meio de comunicação a distância, agora é um ambiente de compra, entretenimento, negócios etc. 

Com isso, surgiu o Google Analytics como meios de coleta de dados para análise dos acessos aos sites, faturamento total que esses acessos renderam etc. E como tudo em determinado momento precisa se adaptar às modernidades, o Google Analytics precisou atualizar sua tecnologia de coleta de dados para seguir novos padrões. Surge-se então o Google Analytics 4, ou GA4 para os mais “íntimos”.

O que é o Google Analytics 4?

O principal diferencial entre o Analytics antigo (chamado de Universal) e o Analytics 4 é o acompanhamento completo da jornada de um usuário em determinado site, de modo que enquanto no antigo Analytics não era capaz de cruzar informações de acessos por aplicativos e sites, o Analytics 4 engloba todos os usuários reunindo informação em um único lugar. É o adeus às “lacunas” na tabulação de dados de acessos entre plataformas da web e aplicativos, pois agora o mecanismo desconsidera interações duplicadas das pessoas em diferentes dispositivos e plataformas

Além disso, algumas mudanças no novo Analytics refletem até mesmo o Google Ads! 

Com o aumento da preocupação das pessoas em relação aos seus dados no ambiente virtual e com o fim dos cookies cada vez mais próximo, houve uma atualização no meio da coleta e análise de informações, utilizando-se agora o machine learning que torna o Analytics independente desses cookies. Desta maneira, o machine learning ajudará fornecendo previsões mais precisas como receita potencial de um segmento ou até mesmo calcular a taxa de rotatividade dentro do modelo de negócios em questão.

E no tocante à privacidade, o Google Analytics também precisou se adequar às leis internacionais de privacidade (LGPD, no Brasil). Sendo assim, agora os dados coletados são mais controlados para favorecer a adequação à LGPD. A exemplo do fim da coleta de endereços IP, ações foram tomadas para que o usuário se sinta mais seguro e que sua privacidade não esteja sendo invadida. Dentre elas, há a limitação de retenção dos dados, que agora é de até 14 meses ao invés de tempo indeterminado, como poderia ser escolhido no Analytics Universal.

A partir de agora, os dados gerados pelo Google Analytics serão mais precisos e serão ainda melhores para tomadas de decisões com base em dados.

E você? Já está pronto para vender mais com informações relevantes na palma da mão?

Fale com a Kameleon Marketing Digital, agende uma reunião e venha desenvolver estratégias inovadoras para sua empresa decolar!

Telefone: (16) 3411-2566
WhatsApp: clique aqui e faça seu agendamento

Compartilhe esse artigo!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Blog

Últimos artigos

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais